Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

Lançamento: o Holograma Único de Rosy Nery Sttau Monteiro

***

 

 

Rose Nery Sttau Monteiro

Uma mulher livre

 

 

Nascida em Cabo Verde, na ilha de Santo Antão, mas a residir em Portugal desde 1970, exerceu actividade como educadora infantil e advogada.

Empenhou-se em várias acções pelas causas das Mulheres e da Igualdade na Justiça: Conselheira para a Igualdade, formação ministrada pela Comissão da Condição Feminina; em 1980, em parceria com a Juíza Conselheira Helena Lopes, elaborou o dossier “A Violência Está na Lei” entregue na Assembleia da República aos representantes parlamentares dos partidos; no mesmo ano, assinou uma coluna jurídica semanal no suplemento feminino do Diário de Notícias, intitulada “A Camila e a Lei”. É autora do (reportagem inquérito) “Mulheres Portuguesas na Resistência” (Seara Nova, 1975). Em 1992, desempenhou funções como Vice-Presidente da Associação Portuguesa das Mulheres Juristas, em 1993, como Secretária para os Países Lusófonos da Fédération International dês Femmes dês Carrières Juridiques.

Preside actualmente à Associação A Quinta, projecto para efectivação de um espaço de acolhimento destinado a jovens com problemas. Tem prontos para publicação uma peça de teatro em dois actos, “Que Fazer com Esta Mulher?”, e o guião de uma telenovela, “O Sol e a Sombra.”

“O Holograma Único” é o seu primeiro romance. O Prémio Fnac/Teorema 2009 foi-lhe atribuído por um júri composto por Doris Graça Dias, Rui Zink e Carlos da Veiga Ferreira.

 

Maria João Martins pergunta a Rose Nery na entrevista que saiu no JL a 24 de Março sobre “O Holograma Único”:

Como nasceu este livro?

Rose Nery: nasceu de uma imagem precisa. Tinha ido a um hospital psiquiátrico visitar uma amiga internada e enquanto estava na sala de espera vi passar um grupo de mulheres com Trissomia 21. Nos claustros do edifício e com aquela iluminação, eram majestosas, muito pequenas, mas seguiam determinadas, como se as guiasse a mesma música interior. Assim nasceu o primeiro capítulo. Senti que aquelas mulheres eram uma espécie de anjos e que estavam na presença de um mistério. Foi uma experiência única. Cheguei a casa e escrevi o primeiro capítulo de um fôlego. Depois foi o busílis: como é que fazia evoluir a história?

 

 

Pela Direcção

A Presidente – Helena Benrós

A Vice- Presidente - Carlota Alves

publicado por Beija-Flor às 08:52
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Trêza a 27 de Outubro de 2010 às 12:45
Este blog está em destaque na homepage do SAPO Cabo Verde (http://sapo.cv) e na homepage dos Blogs do SAPO Cabo Verde (http://blogs.sapo.cv).

Continuação de bons posts!

Comentar post

.contactos

R. Manuela Porto, nº 12 A/B Carnide
1500-422 Lisboa

Telefone e Fax: +351 21 715 29 91
Telemóvel: +351 96 980 14 54 
E-Mail: aaaescv@hotmail.com

.mais sobre mim

 

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. 24.º Aniversário da Assoc...

. Programação de Abril a Ju...

. CONVITE: Palestra "A ELIT...

. SERENATA SÁBADO DIA 19 DE...

. 12 Fevereiro: Palestra "C...

. II Encontro de Antigos Al...

. Convocatória: Assembleia ...

. Dia S. Vicente: 22 Janeir...

. 15 de Janeiro 2011: Pales...

. Programa 2011: Janeiro, F...

.arquivos

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds